ūüáļūüáł
|
|

Burnon ou Esgotamento - O Verdadeiro Custo do Stress

Burnon ou Esgotamento - O Verdadeiro Custo do Stress
Autor
Mia Espa√Īola
3 de junho de 2024
PARTILHAR: facebook cw1 facebook cw1 facebook cw1

N√£o se trata apenas de evitar o esgotamento, mas tamb√©m de identificar e abordar o ‚Äėburnon‚Äô antes que leve a complica√ß√Ķes graves.

 

Muitos indiv√≠duos est√£o perpetuamente ocupados e apaixonados pelos seus trabalhos. Eles sempre t√™m os seus telefones √† m√£o, prontos para trabalhar a qualquer momento. Eles encontram alegria no seu trabalho, mesmo quando confrontados com uma infinidade de tarefas. No entanto, estar constantemente ocupado pode levar a complica√ß√Ķes. O stress implac√°vel, exacerbado por pausas insuficientes, pode resultar em problemas de sa√ļde. Este fen√≥meno √© agora referido como ‚Äėburnon‚Äô. √Č um custo oculto da conectividade perp√©tua e dedica√ß√£o ao trabalho. Muitas vezes, n√£o o reconhecemos at√© que se manifeste como problemas f√≠sicos ou mentais. Isto serve como um lembrete de que precisamos de priorizar o autocuidado e lutar por equil√≠brio nas nossas vidas agitadas. 

 

Entendendo Burnon e Burnout

 

O termo ‚Äúburnon‚ÄĚ foi introduzido pelos psic√≥logos Timo Schiele e Bert te Wildt de uma cl√≠nica psicossom√°tica perto de Munique. Esta cl√≠nica trata pacientes com s√≠ndrome de burnout. O burnout envolve exaust√£o, redu√ß√£o do desempenho e cinismo, levando ao desapego mental do trabalho. O burnon, por outro lado, √© diferente. Como explica Timo Schiele, ‚ÄúAs pessoas com burnon s√£o excessivamente entusiasmadas com o seu trabalho, quase ao ponto de hiperatividade. Isso levou-nos a definir a s√≠ndrome de Burnon‚ÄĚ.

 

O Impacto do Burnon

 

‚ÄúBurnon‚ÄĚ √© um termo que funde ‚Äúburnout‚ÄĚ e ‚Äúpaix√£o‚ÄĚ. Caracteriza uma situa√ß√£o em que os indiv√≠duos s√£o profundamente apaixonados pelo seu trabalho, mas experienciam um stress e tens√£o significativos devido ao ritmo acelerado e alta press√£o. Isto pode impactar profundamente tanto a sua sa√ļde f√≠sica como mental, bem como a sua qualidade de vida geral.

 

Impacto Físico: Os sintomas físicos do burnon muitas vezes servem como os indicadores iniciais. Os indivíduos podem experienciar dores recorrentes no pescoço e nas costas devido à tensão persistente e má postura de longas horas na secretária. As dores de cabeça podem tornar-se uma ocorrência frequente devido à tensão mental contínua. Alguns indivíduos também podem desenvolver uma condição chamada bruxismo, que envolve ranger os dentes e pode levar a problemas dentários ao longo do tempo.

 

Impacto Psicol√≥gico: O burnon tamb√©m pode ter graves consequ√™ncias psicol√≥gicas. O stress constante e a press√£o podem evocar sentimentos de desesperan√ßa √† medida que os indiv√≠duos lutam com as exig√™ncias do seu trabalho. Isto pode gradualmente corroer o seu sentido de felicidade e satisfa√ß√£o, potencialmente levando a uma infelicidade cr√≥nica ou mesmo depress√£o. O ritmo implac√°vel tamb√©m pode levar os indiv√≠duos a questionar o prop√≥sito e a signific√Ęncia do seu trabalho, desencadeando crises existenciais e sentimentos de vazio.

 

Impacto no Desempenho no Trabalho: Apesar de originar de um lugar de paixão e compromisso, o burnon pode afetar negativamente o desempenho no trabalho. O stress e a tensão contínuos podem diminuir a produtividade, a criatividade e as capacidades de resolução de problemas. Os sintomas físicos e psicológicos podem resultar em um aumento da licença por doença e taxas de rotatividade de funcionários mais altas.

 

Impacto nas Rela√ß√Ķes Pessoais: O burnon tamb√©m pode colocar uma tens√£o nas rela√ß√Ķes pessoais. Estar perpetuamente absorto no trabalho deixa pouco espa√ßo para a fam√≠lia e amigos, levando a sentimentos de isolamento e solid√£o. Al√©m disso, o stress e a tens√£o podem tornar os indiv√≠duos mais irrit√°veis e menos pacientes, resultando em conflitos e mal-entendidos.

 

Causas Comuns de Burnon

 

As nossas vidas modernas e ocupadas focam-se fortemente no sucesso profissional e no reconhecimento social. Fatores como a intensa competi√ß√£o, crises econ√≥micas e altos custos de vida aumentam o stress. Embora haja mais dados sobre o burnout, o burnon tamb√©m est√° a aumentar. Por exemplo, uma companhia de seguros de sa√ļde alem√£ relatou um aumento de 20% nos casos de burnout em 2023 em compara√ß√£o com o ano anterior, com um em cada cinco trabalhadores temendo que possam desenvolver a s√≠ndrome.

 

Aqui est√£o algumas causas comuns de burnon:

 

Competição Intensa: No mundo globalizado de hoje, a competição é mais feroz do que nunca. Quer seja no local de trabalho ou em círculos sociais, a pressão para superar os outros pode levar a um stress excessivo e eventualmente ao burnon.

 

Crises Econ√≥micas: Recess√Ķes econ√≥micas e instabilidade financeira podem criar uma sensa√ß√£o de incerteza e medo. Isso pode levar a horas de trabalho mais longas e √† necessidade de assumir responsabilidades adicionais, o que pode contribuir para o burnon.

 

Altos Custos de Vida: O custo de vida em muitas cidades ao redor do mundo tem estado em constante aumento. Esta pressão financeira pode levar ao burnon à medida que os indivíduos trabalham mais e mais para manter o seu padrão de vida.

 

Desequilíbrio entre Trabalho e Vida Pessoal: O desvanecimento das fronteiras entre o trabalho e a vida pessoal, especialmente com o advento do trabalho remoto, pode levar ao burnon. Quando o trabalho permeia todos os aspectos da vida, torna-se difícil desligar e relaxar.

 

Expectativas Irrealistas: A sociedade muitas vezes coloca altas expectativas nos indiv√≠duos, seja alcan√ßando sucesso profissional, mantendo um certo estilo de vida, ou cumprindo padr√Ķes sociais. Tentar viver de acordo com essas expectativas pode levar ao burnon.

 

Falta de Autocuidado: Negligenciar o autocuidado e o bem-estar pessoal na busca do sucesso pode levar ao burnon. Isso inclui negligenciar a sa√ļde f√≠sica, a sa√ļde mental e as rela√ß√Ķes pessoais.

 

Tratando o Burnon

 

O primeiro passo para abordar o problema do stress cr√≥nico √© reconhecer o problema. Como Schiele aponta, ‚ÄúO primeiro passo no processo de tratamento √© tomar consci√™ncia do problema. Os indiv√≠duos que sofrem de s√≠ndrome de burnout muitas vezes parecem estar a funcionar normalmente, raz√£o pela qual dependemos de observa√ß√Ķes e relat√≥rios de seus familiares ou amigos para identificar o problema. Tamb√©m √© crucial refletir sobre os nossos valores pessoais.‚ÄĚ

 

O burnout é um estado de exaustão emocional, física e mental causado por stress excessivo e prolongado. Ocorre quando você se sente sobrecarregado, emocionalmente esgotado e incapaz de atender a demandas constantes. À medida que o stress continua, você começa a perder o interesse ou a motivação que o levou a assumir um determinado papel em primeiro lugar.

 

O tratamento para o burnout envolve uma combina√ß√£o de interven√ß√Ķes, incluindo mudan√ßas de estilo de vida, apoio psicol√≥gico e t√©cnicas de relaxamento. O passo mais importante √© reconhecer os sinais de burnout e tomar medidas para gerir o stress. Isso pode envolver exerc√≠cio regular, uma dieta saud√°vel, sono adequado e tirar tempo cada dia para relaxar e fazer coisas que voc√™ gosta.

 

Também é importante procurar apoio, seja de um amigo de confiança, membro da família ou conselheiro profissional. Falar sobre seus sentimentos e experiências muitas vezes pode ajudá-lo a ganhar perspectiva e desenvolver estratégias de enfrentamento eficazes. Refletir sobre valores pessoais também pode ser uma ferramenta poderosa no combate ao burnout. Ao alinhar suas atividades diárias com o que você realmente valoriza, você pode muitas vezes recuperar um sentido de controle e propósito.

 

A Redução do Stress Constante

 

O stress √© uma parte comum e muitas vezes inevit√°vel da vida. No entanto, quando se torna constante, pode ter impactos s√©rios na nossa sa√ļde e bem-estar. Portanto, √© crucial encontrar formas eficazes de gerir e reduzir este stress persistente.

 

Indivíduos diferentes podem encontrar alívio através de várias técnicas de relaxamento. O que funciona melhor pode variar muito de pessoa para pessoa, e é importante encontrar um método que se adapte ao estilo de vida e às preferências pessoais de cada um. Alguns destes métodos de relaxamento podem incluir atividades como caminhar, praticar meditação ou fazer yoga.

 

Caminhar, por exemplo, permite que uma pessoa se conecte com a natureza, limpe a mente e se distancie fisicamente dos estressores. A meditação, por outro lado, pode ajudar uma pessoa a focar-se no momento presente, promovendo um sentimento de paz e tranquilidade. A yoga combina posturas físicas, exercícios de respiração e meditação para promover o bem-estar físico e mental.

 

A chave para reduzir o stress constante é incorporar conscientemente estas atividades de relaxamento na vida diária. Isto significa tirar deliberadamente tempo de cada dia para abrandar, desconectar-se da agitação e encontrar momentos de calma e tranquilidade. Isto pode ser tão simples como tirar alguns minutos cada manhã para meditar, ou agendar caminhadas regulares durante as pausas para o almoço.

 

Al√©m destas pr√°ticas de autocuidado, procurar ajuda profissional tamb√©m pode ser altamente ben√©fico na gest√£o do stress constante. Isto poderia envolver terapia, onde se pode aprender estrat√©gias eficazes de coping e ganhar uma melhor compreens√£o das fontes do seu stress. O cuidado m√©dico, por outro lado, pode ajudar a tratar quaisquer problemas de sa√ļde subjacentes que possam estar a contribuir para os altos n√≠veis de stress.

 

A Import√Ęncia de Nomear a Doen√ßa

 

O esgotamento tem sido considerado uma doen√ßa da moda h√° muito tempo, mas nem o esgotamento nem o ‚Äúburnon‚ÄĚ s√£o oficialmente reconhecidos como doen√ßas mentais distintas, apesar dos seus graves impactos na sa√ļde. Os sintomas variam amplamente, tornando dif√≠cil classificar estes s√≠ndromes de forma uniforme. No entanto, ter o termo ‚Äúburnon‚ÄĚ √© crucial para aqueles que s√£o afetados para descrever os seus sintomas, diz Schiele.

PARTILHAR:
cw1

CW1 AB / CW1 Inc is responsible for your data. Cookies are used to analyze traffic & customize content. Please see our cookie policy for more information.